terça-feira, 23 de agosto de 2011

Projeto escolar - Retalhos do meu nordeste

Justificativa: É muito rica e diversificada a produção cultural de um povo, mas o nordestino é especial. O Brasil é um país composto de muitas raças, cultos, tradições e arte muito rica. Podemos citar inúmeras manifestações da arte/cultura da música, dança, artes plásticas e entre elas a literatura. A literatura de cordel conta de maneira simples a vida do sertanejo, o amor, a liberdade, a natureza, o folclore, a política, religião, enfim, todas as manifestações importantes na vida do nordestino e da nação em prosa e verso.
A literatura de cordel é exatamente isso – cultura popular. Os versos estão sempre relatando acontecimentos, fatos políticos, artísticos, lendários, folclóricos ou pitorescos da vida como ela realmente é. Sua produção é simples e não requer tanto formalismo e alcança todos as classes sociais. Assim, o que falta é o reconhecimento e a valorização. Ao propor este trabalho para os alunos em sala de aula, estamos oferecendo um leque de recursos que os ajudarão em várias carências de aprendizagem, como a produção textual, a leitura, a escrita, apreciação artístico-literária e um universo para a socialização e cidadania, principalmente, no campo da Literatura. É uma oportunidade para que este ramo da literatura popular tenha uma chance de aceitação e valorização; fazendo despertar entre as pessoas o gosto pela preservação dos nossos artistas e da cultura nordestina nas escolas.
• Objetivos: Reconhecer a diversidade literária no Brasil;
• Conhecer a literatura característica do Nordeste;
• Possibilitar o aluno o conhecimento da linguagem cordelista, enfocando a cultura nordestina em prol da valorização das nossas raízes;
• Promover uma aproximação do aluno com a cultura popular nordestina;
• Estimular um olhar crítico e simultaneamente poético sobre a realidade sertaneja;
Metodologia:
• Pesquisas;
• Propor aos alunos uma oficina de literatura, utilizando o cordel, como estudo.
• Estudar o cordel, a origem, a historia, a métrica.
• Desenvolver um projeto "resgatando o cordel" para ser apresentado em sala de aula.
• Assistir vídeos onde a linguagem utilizada seja em forma de cordel.









Nenhum comentário:

Postar um comentário